Pé na Terra

Breve História do Grupo

Os Pé na Terra hoje são um quinteto, mas quando surgiram em 2005, na cidade do Porto, eram um trio composto pelo núcleo: Cristina Castro (voz, acordeão e percussão), Ricardo Coelho (gaita-de-foles e flautas) e Tiago Soares (bateria e percussão). Meses depois, a 1 de Abril de 2006, a banda deu o seu primeiro concerto no bar portuense Contagiarte, já com os novos membros: Tânia Pires (bandolim, melódica e voz), Rui Leal (contra-baixo) e Rui Pedro (guitarra clássica e guitarra portuguesa). Actuaram nos festivais “Granitos Folk” (Porto), “Andanças” (S. Pedro do Sul) e participaram na primeira incursão no panorama folk internacional no prestigiado “Festigal” em Santiago de Compostela.

Em 2007, saem de cena Tânia Pires, Rui Leal e Rui Pedro e chegam ao seio da banda: Adérito Pinto (baixo) e Hélio Ribeiro (guitarras e gaitas de foles). Dois músicos de Paços de Ferreira oriundos de outros géneros musicais com o rock e o metal. Na bagagem trazem as suas influências mais eléctricas injectando uma nova energia no som mais tradicional do trio original. Em 2012, com a saída de Adérito Pinto, entra Sónia Midões como nova baixista.

O álbum de estreia Pé na Terra foi lançado em 2007. Em 2008 a banda participou no concurso nacional do Eurofolk’J 08, tendo ficado em primeiro lugar. Entre 2007 e 2009, os Pé na Terra deram perto de 100 concertos. Correndo Portugal de lés a lés, o grupo viajou também até Espanha para actuar no “EuroFolk Festival” em Málaga e no “EuroFolk J, Maiollati Spontini”, em Ancona, Itália. Em 2009, através da Associação Adriano Correia de Oliveira, os Pé na Terra foram convidados a actuar num concerto em homenagem ao cantautor reinterpretando 3 temas da sua obra. Em 2010 o grupo lançou o seu segundo disco, simplesmente intitulado: 13, com a ajuda preciosa do engenheiro de som e produtor Pedro Rangel.

O grupo tem actuado regularmente em Portugal continental, Madeira e Açores com algumas incursões pelo estrangeiro: Bélgica, França, Itália, Espanha, Cabo Verde, Marrocos, África do Sul, Zimbabwe, Namíbia.

 

Membros:

Cristina Castro – Voz, acordeão e percussões

Sónia Midões – Baixo, voz e percussões

Hélio Ribeiro – Guitarra, braguesa, voz, gaita-de-foles.

Ricardo Coelho – Gaita-de-foles, sopros e adufe

Tiago Soares – Bateria e percussões tradicionais.

Press:

“Portuguese group Pé na Terra were sold out at the Global Stage and with good reason. Vibrant was the key word and they really put on a show of “jazzed up” Portuguese music.Lead singer Cristina Castro was extraordinarily charismatic!”

Blog Zimbabwe Absurdity – Maio 2012

“Pé na Terra enflamme le festival. En moins d´un morceau, le public tombait sous le charme de ce groupe et de Cristina, sa chanteuse à la voix si belle. (…) Pé na Terra n´allait pas tarder à chauffer la salle, le public tapant des mains et ovationnant les artistes à l`issue de chaque morceau.”

La Presse de La Manche, 29 Août 2011

“Os Pé na Terra são uma das faces mais visíveis da feliz renovação da folk criada no Porto.”

Crónicas da Terra

“Os Pé na Terra entendem e bem, que o tradicional não se baseia apenas na recolha. Para além de criarem, recriam e homenageiam.”

RUC-Rádio Universitária de Coimbra

“Porque Pé na Terra nos entrega hoje a folk que queremos fruir amanhã.”

Mário CorreiaCentro de Música Tradicional Sons da Terra

“Pé na Terra está considerado como uno de los grupos más significativos de la escena portuguesa, y por eso mismo, de los más respetados.”

Interfolk, nº 46